Criolipólise e a gordura localizada: Saiba como funciona

A incansável busca pelo corpo em forma faz com que novos métodos para eliminar gordura surjam a todo instante.

Diversas técnicas são desenvolvidas e colocadas no mercado estético à disposição dos interessados.

Dentre tantas tecnologias desenvolvidas para auxiliar no processo de redução de medidas e emagrecimento, uma que vem ganhando cada vez mais espaço e adeptos é a criolipólise.

O que é a criolipólise?

A criolipólise foi desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e tem a função de eliminar as gorduras localizadas.

O tratamento está fazendo muito sucesso, e não é invasivo, ou seja, não é procedimento cirúrgico.

É importante ressaltar que a criolipólise não tem a função de tratar obesidade, mas visa apenas agir sobre as gorduras localizadas, reduzindo medidas como decorrência da eliminação das células adiposas.

De acordo com o informado pelo fabricante do aparelho, a técnica tem a missão de eliminar aquelas gorduras que não saem com dietas ou exercícios físicos.

Como a criolipólise funciona?

O método utiliza um aparelho específico, desenvolvido especialmente para o tratamento. A extremidade do aparelho é acoplada no corpo, em contato com a pele, na região das gorduras que serão foco do tratamento. A parte do corpo a ser tratada é sugada pela ponteira do aparelho.

A tecnologia faz com que as células de gordura da região da sugada sofram um alto resfriamento, e sejam congeladas, chegando a temperaturas negativas. Assim elas são destruídas, pois rompem-se totalmente em decorrência das baixas temperaturas.

São atingidas as células adiposas sensíveis às baixas temperaturas, assim não causam nenhum mal aos nervos e músculos.

Em linhas gerais, o que ocorre é a morte celular. Com isto, o corpo rejeita as células rompidas, e as expele naturalmente, através do sistema linfático. A gordura celular é levada ao fígado para ser metabolizada e, portanto, eliminada.

Em qual parte do corpo pode ser feita a criolipólise?

A criolipólise pode ser feita nas principais partes do corpo onde as gorduras se fixam, como abdômen, flancos (os famosos e incômodos pneuzinhos), coxas e costas.

O aparelho possui diferentes ponteiras, que podem ser trocadas para melhor atingir a região que será tratada.

Como é a sessão de tratamento?

Cada sessão costuma durar em torno de uma hora, para cada região tratada. Pode ser feita em diferentes regiões no mesmo dia.

O paciente não sente dores fortes. Pode existir um desconforte decorrente da sucção do aparelho na pele. No entanto, com o resfriamento o local já fica anestesiado e o incômodo some.

Resultados

A criolipólise já mostra seus resultados após uma ou duas sessões. É claro que, para isto, é necessário que o paciente tenha um estilo de vida saudável, esteja em uma dieta equilibrada e pratique exercícios físicos.

Os resultados variam de pessoa para pessoa, mas os fabricantes afirmam que pode haver redução de 20% a 25% de gordura na região tratada, em uma única sessão. É possível começar a ver as mudanças a partir do 10o dia após o tratamento. NO entanto, os resultados definitivo se firmam após 2 ou 3 meses.

Para manter o resultado, é necessário evitar o ganho de peso, pois a gordura tende a acumular-se no mesmo local.

Criolipólise para a gordura localizada: vale a pena?

O tratamento é indicado exatamente para isto! É importante ter claro que o método nao irá combater a obesidade, ou seja, os resultados são voltados apenas para diminuir a gordura localizada.

Se o paciente tiver uma vida saudável, com boa alimentação e praticando atividade física, de modo a evitar o novo acumulo de gordura corporal,  pode-se considerar a criolipólise como um método bastante eficaz para o combate e eliminação de gordura localizada.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *